Data: Qua Abr 23, 2014 8:10 am
DELEGADO CIVIL RJ - Partindo do zero.
Ir à página Anterior  1, 2, 3 ... 40, 41, 42 ... 60, 61, 62  Próximo
 
Novo Tópico   Responder Mensagem    FórumCW - Índice do Fórum -> Polícia Civil (PC)

Exibir mensagem anterior :: Exibir próxima mensagem  
Autor Mensagem
Mandrac
Usuário Recente
Usuário Recente


Registrado em: Domingo, 20 de Janeiro de 2008
Mensagens: 266

MensagemEnviada: Ter Jan 07, 2014 8:13 am    Assunto: Re: direito civil Responder com Citação

Barack Obamma escreveu:
Niel_rj escreveu:
Boa noite galera!!!

Cadê vcs? sumiu geral?

Alguma informação sobre possível edital?

Estudando firme, amanhã entro em família e depois sucessão, vcs acham que dá pra passar em civil sem ler o tartuce (é esse o nome do professor da banca nossa?)

Civil só tenho cadernos da faculdade, será que dá?



Aí... Te entendo... O Tartuce é um excelente autor, mas encarar aquele livro gigantesco é muito triste.
Parece que as páginas se reproduzem enquanto eu leio. Isso não é normal. É estilo geração espontânea ou aqueles filmes do gremlins, que quando caía água os monstrinhos apareciam... Parece filme de terror.


Porém, to encarando o livro, que aliás, é muito bom.



Excelente colocação! rsrs

o livro é excelente, mas é muito extenso o que deixa todos nós angustiados, haja vista em que nosso estudo diário corremos contra o tempo.

Mas, sigamos em frente....

Bom dia a todos!

Mandrac
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar Email
Dankrio
Usuário Avançado
Usuário Avançado


Registrado em: Sábado, 18 de Julho de 2009
Mensagens: 2223

MensagemEnviada: Ter Jan 07, 2014 9:59 am    Assunto: Responder com Citação

Bom dia! Alguém sabe me dizer se a leva atual de delegados entrou em exercício. Se não, alguma previsão?

Abraços,
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
Mandrac
Usuário Recente
Usuário Recente


Registrado em: Domingo, 20 de Janeiro de 2008
Mensagens: 266

MensagemEnviada: Ter Jan 07, 2014 10:05 am    Assunto: Responder com Citação

Dankrio escreveu:
Bom dia! Alguém sabe me dizer se a leva atual de delegados entrou em exercício. Se não, alguma previsão?

Abraços,


já estão em exercício...




Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar Email
Dankrio
Usuário Avançado
Usuário Avançado


Registrado em: Sábado, 18 de Julho de 2009
Mensagens: 2223

MensagemEnviada: Ter Jan 07, 2014 10:08 am    Assunto: Responder com Citação

Sabe se a sair a publicação no DO, Mandrac?

Abraços,
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
Mandrac
Usuário Recente
Usuário Recente


Registrado em: Domingo, 20 de Janeiro de 2008
Mensagens: 266

MensagemEnviada: Ter Jan 07, 2014 17:32 pm    Assunto: Responder com Citação

Dankrio escreveu:
Sabe se a sair a publicação no DO, Mandrac?

Abraços,



Saiu sim meu amigo, só não lembro a data. mas te digo que os novos Delegado já estão trabalhando!

Abço.
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar Email
yelr
Novo usuário
Novo usuário


Registrado em: Sábado, 10 de Setembro de 2011
Mensagens: 16
Localização: Rio de Janeiro

MensagemEnviada: Ter Jan 07, 2014 22:02 pm    Assunto: Responder com Citação

Senhores, me desculpem, todavia não sou muito familiarizado com a interface deste fórum... todavia. Percebi muitos colegas preocupados com indagações de quando sai o Edital do Rio. O que posso lhe falar é o seguinte: Fiquem tranquilos. A demanda é muito grande, as DP's estão assoberbadas e muitos Deltas estão loucos para meter o pé antes da Copa, uma vez que já possuem tempo para isso. Logo, urge que seja realizado concurso o mais breve possível. Abraço e bons estudos.
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar Email MSN Messenger
Niel_rj
Usuário Recente
Usuário Recente


Registrado em: Sexta-Feira, 30 de Março de 2007
Mensagens: 106

MensagemEnviada: Qua Jan 08, 2014 19:24 pm    Assunto: Responder com Citação

Querido amigos, boa noite, estudando direito de família estou com uma dúvida referente ao concubinato impuro(adulterino),qual a posição adotada pela nossa banca(pelo tartuce) no que concerne a ser reconhecido direito?
Porque tem a doutrina majoritária entende que não gera efeitos devido ao princípio da monogamia, assim o concubinato adulterino não teria validade!

abçooo
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
Iconoclasta
Usuário Júnior
Usuário Júnior


Registrado em: Sexta-Feira, 6 de Janeiro de 2012
Mensagens: 748

MensagemEnviada: Qui Jan 09, 2014 10:18 am    Assunto: Responder com Citação

Niel_rj escreveu:
Querido amigos, boa noite, estudando direito de família estou com uma dúvida referente ao concubinato impuro(adulterino),qual a posição adotada pela nossa banca(pelo tartuce) no que concerne a ser reconhecido direito?
Porque tem a doutrina majoritária entende que não gera efeitos devido ao princípio da monogamia, assim o concubinato adulterino não teria validade!

abçooo


Caro Niel_rj,

Sendo a questão de tamanha complexidade ao Direito de Família vou tentar condensar em poucas linhas a resposta que eu entendo para a sua pergunta. Realmente a jurisprudência do TJ/RJ, STJ e STF vêm afastando os direitos da concubina desleal ou impura em função de que a união estável, segundo o entendimento majoritário, pressupõe a ausência de impedimento para o casamento, ou ao menos, a separação de fato, o que seria o caso do concubinato impuro ou desleal. o TJ/RJ possui até uma súmula que entende neste sentido também. Agora, quanto à dogmática moderna do concubinato impuro temos na vanguarda a posição da Maria Berenice Dias que entende que a concubina impura deva ser tratada como companheira, tendo em vista que ela entende que a legislação civil estigmatizou este tipo de relacionamento e, apenas por punição, acabou deixando-o sem a devida proteção jurídica.

Quanto à posição do Tartuce sobre o tema, ele parece reconhecer a literalidade da lei, mas com ressalvas, ou seja, ele entende que quando a união estável paralela for muito duradoura, sendo de CONHECIMENTO DO OUTRO CÔNJUGE, não há que se preterir a divisão de bens, por exemplo, com a concubina em função da aceitação desse relacionamento paralelo. Seria o que alguns denominam de poliamorismo e já houve decisões do TJ/RS nesse sentido. O professor Pablo Stolze conclui, também, que caso a partícipe da segunda relação desconheça a existência da outra, deva ser aplicado o princípio da boa-fé para a resolução do caso concreto conferindo a proteção jurídica adequada à concubina. Enfim, creio que essa questão está longe de ser simples assim e se faz necessário um aprofundamento maior para analisar essa controvérsia.


Abraços e bons estudos.
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
BigDog
Usuário Avançado
Usuário Avançado


Registrado em: Terça-Feira, 4 de Mai de 2010
Mensagens: 1010

MensagemEnviada: Qui Jan 09, 2014 12:28 pm    Assunto: Responder com Citação

Vamos retomar o estudo!!! Força para os velhos e novos amigos...
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
Niel_rj
Usuário Recente
Usuário Recente


Registrado em: Sexta-Feira, 30 de Março de 2007
Mensagens: 106

MensagemEnviada: Sex Jan 10, 2014 12:47 pm    Assunto: Responder com Citação

Iconoclasta escreveu:
Niel_rj escreveu:
Querido amigos, boa noite, estudando direito de família estou com uma dúvida referente ao concubinato impuro(adulterino),qual a posição adotada pela nossa banca(pelo tartuce) no que concerne a ser reconhecido direito?
Porque tem a doutrina majoritária entende que não gera efeitos devido ao princípio da monogamia, assim o concubinato adulterino não teria validade!

abçooo


Caro Niel_rj,

Sendo a questão de tamanha complexidade ao Direito de Família vou tentar condensar em poucas linhas a resposta que eu entendo para a sua pergunta. Realmente a jurisprudência do TJ/RJ, STJ e STF vêm afastando os direitos da concubina desleal ou impura em função de que a união estável, segundo o entendimento majoritário, pressupõe a ausência de impedimento para o casamento, ou ao menos, a separação de fato, o que seria o caso do concubinato impuro ou desleal. o TJ/RJ possui até uma súmula que entende neste sentido também. Agora, quanto à dogmática moderna do concubinato impuro temos na vanguarda a posição da Maria Berenice Dias que entende que a concubina impura deva ser tratada como companheira, tendo em vista que ela entende que a legislação civil estigmatizou este tipo de relacionamento e, apenas por punição, acabou deixando-o sem a devida proteção jurídica.

Quanto à posição do Tartuce sobre o tema, ele parece reconhecer a literalidade da lei, mas com ressalvas, ou seja, ele entende que quando a união estável paralela for muito duradoura, sendo de CONHECIMENTO DO OUTRO CÔNJUGE, não há que se preterir a divisão de bens, por exemplo, com a concubina em função da aceitação desse relacionamento paralelo. Seria o que alguns denominam de poliamorismo e já houve decisões do TJ/RS nesse sentido. O professor Pablo Stolze conclui, também, que caso a partícipe da segunda relação desconheça a existência da outra, deva ser aplicado o princípio da boa-fé para a resolução do caso concreto conferindo a proteção jurídica adequada à concubina. Enfim, creio que essa questão está longe de ser simples assim e se faz necessário um aprofundamento maior para analisar essa controvérsia.


Abraços e bons estudos.


_______________
Obrigado e parabéns!!!
Eu li a posição da Maria Berenice num artigo jurídico na internet.
abçoooo
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
BAIÚCA
Usuário Avançado
Usuário Avançado


Registrado em: Sábado, 18 de Outubro de 2008
Mensagens: 1014

MensagemEnviada: Sex Jan 10, 2014 13:00 pm    Assunto: Responder com Citação

Iconoclasta escreveu:
Niel_rj escreveu:
Querido amigos, boa noite, estudando direito de família estou com uma dúvida referente ao concubinato impuro(adulterino),qual a posição adotada pela nossa banca(pelo tartuce) no que concerne a ser reconhecido direito?
Porque tem a doutrina majoritária entende que não gera efeitos devido ao princípio da monogamia, assim o concubinato adulterino não teria validade!

abçooo


Caro Niel_rj,

Sendo a questão de tamanha complexidade ao Direito de Família vou tentar condensar em poucas linhas a resposta que eu entendo para a sua pergunta. Realmente a jurisprudência do TJ/RJ, STJ e STF vêm afastando os direitos da concubina desleal ou impura em função de que a união estável, segundo o entendimento majoritário, pressupõe a ausência de impedimento para o casamento, ou ao menos, a separação de fato, o que seria o caso do concubinato impuro ou desleal. o TJ/RJ possui até uma súmula que entende neste sentido também. Agora, quanto à dogmática moderna do concubinato impuro temos na vanguarda a posição da Maria Berenice Dias que entende que a concubina impura deva ser tratada como companheira, tendo em vista que ela entende que a legislação civil estigmatizou este tipo de relacionamento e, apenas por punição, acabou deixando-o sem a devida proteção jurídica.

Quanto à posição do Tartuce sobre o tema, ele parece reconhecer a literalidade da lei, mas com ressalvas, ou seja, ele entende que quando a união estável paralela for muito duradoura, sendo de CONHECIMENTO DO OUTRO CÔNJUGE, não há que se preterir a divisão de bens, por exemplo, com a concubina em função da aceitação desse relacionamento paralelo. Seria o que alguns denominam de poliamorismo e já houve decisões do TJ/RS nesse sentido. O professor Pablo Stolze conclui, também, que caso a partícipe da segunda relação desconheça a existência da outra, deva ser aplicado o princípio da boa-fé para a resolução do caso concreto conferindo a proteção jurídica adequada à concubina. Enfim, creio que essa questão está longe de ser simples assim e se faz necessário um aprofundamento maior para analisar essa controvérsia.


Abraços e bons estudos.


Caros Iconoclasta e Niel_rj,

Considerando a banca examinadora do último concurso de delegado de polícia do Estado do Rio de Janeiro.

O culto examinador de Direito Civil Dr.ANDERSON SCHREIBER escreveu um artigo doutrinário que defende a existência de famílias simultâneas.

No artigo defende a convivência harmônica entre o casamento e a união estável inocente. O doutrinador diz que o casamento com pessoa já casada gera efeitos frente ao cônjuge de boa-fé, não há qualquer razão para que a união estável com pessoa casada não produza efeitos em favor do companheiro de boa-fé.
O jurista defende a multiplicidade simultânea de relações familiares. Reconhece a juridicidade das uniões livres, comunidades afetivas e toda gama de redes familiares. Utiliza a expressão "explosão de possibilidades".
Para ele a simultaneidade constitui como elemento indispensável ao pleno
desenvolvimento da aspiração familiar da pessoa humana.
"O respeito à dignidade humana impõe reconhecer que cada pessoa
pode pertencer, a um só tempo, a vários núcleos familiares".

Bons Estudos!
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
Iconoclasta
Usuário Júnior
Usuário Júnior


Registrado em: Sexta-Feira, 6 de Janeiro de 2012
Mensagens: 748

MensagemEnviada: Sex Jan 10, 2014 14:43 pm    Assunto: Responder com Citação

BAIÚCA escreveu:
Iconoclasta escreveu:
Niel_rj escreveu:
Querido amigos, boa noite, estudando direito de família estou com uma dúvida referente ao concubinato impuro(adulterino),qual a posição adotada pela nossa banca(pelo tartuce) no que concerne a ser reconhecido direito?
Porque tem a doutrina majoritária entende que não gera efeitos devido ao princípio da monogamia, assim o concubinato adulterino não teria validade!

abçooo


Caro Niel_rj,

Sendo a questão de tamanha complexidade ao Direito de Família vou tentar condensar em poucas linhas a resposta que eu entendo para a sua pergunta. Realmente a jurisprudência do TJ/RJ, STJ e STF vêm afastando os direitos da concubina desleal ou impura em função de que a união estável, segundo o entendimento majoritário, pressupõe a ausência de impedimento para o casamento, ou ao menos, a separação de fato, o que seria o caso do concubinato impuro ou desleal. o TJ/RJ possui até uma súmula que entende neste sentido também. Agora, quanto à dogmática moderna do concubinato impuro temos na vanguarda a posição da Maria Berenice Dias que entende que a concubina impura deva ser tratada como companheira, tendo em vista que ela entende que a legislação civil estigmatizou este tipo de relacionamento e, apenas por punição, acabou deixando-o sem a devida proteção jurídica.

Quanto à posição do Tartuce sobre o tema, ele parece reconhecer a literalidade da lei, mas com ressalvas, ou seja, ele entende que quando a união estável paralela for muito duradoura, sendo de CONHECIMENTO DO OUTRO CÔNJUGE, não há que se preterir a divisão de bens, por exemplo, com a concubina em função da aceitação desse relacionamento paralelo. Seria o que alguns denominam de poliamorismo e já houve decisões do TJ/RS nesse sentido. O professor Pablo Stolze conclui, também, que caso a partícipe da segunda relação desconheça a existência da outra, deva ser aplicado o princípio da boa-fé para a resolução do caso concreto conferindo a proteção jurídica adequada à concubina. Enfim, creio que essa questão está longe de ser simples assim e se faz necessário um aprofundamento maior para analisar essa controvérsia.


Abraços e bons estudos.


Caros Iconoclasta e Niel_rj,

Considerando a banca examinadora do último concurso de delegado de polícia do Estado do Rio de Janeiro.

O culto examinador de Direito Civil Dr.ANDERSON SCHREIBER escreveu um artigo doutrinário que defende a existência de famílias simultâneas.

No artigo defende a convivência harmônica entre o casamento e a união estável inocente. O doutrinador diz que o casamento com pessoa já casada gera efeitos frente ao cônjuge de boa-fé, não há qualquer razão para que a união estável com pessoa casada não produza efeitos em favor do companheiro de boa-fé.
O jurista defende a multiplicidade simultânea de relações familiares. Reconhece a juridicidade das uniões livres, comunidades afetivas e toda gama de redes familiares. Utiliza a expressão "explosão de possibilidades".
Para ele a simultaneidade constitui como elemento indispensável ao pleno
desenvolvimento da aspiração familiar da pessoa humana.
"O respeito à dignidade humana impõe reconhecer que cada pessoa
pode pertencer, a um só tempo, a vários núcleos familiares".

Bons Estudos!


Ótimo complemento! Este tema é muito complexo e problemático em virtude de um tabu secular que paira sobre esse assunto. É um tema que desafia conceitos tradicionais e quase que intocáveis socialmente, contudo merece, na verdade, ser tratado por intermédio de uma visão mais ampliada não só do Direito, mas de todas as ciências sociais como filosofia, sociologia e etc.

Abraços e bons estudos.
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
MAD RJ
Usuário Recente
Usuário Recente


Registrado em: Sábado, 4 de Novembro de 2006
Mensagens: 155

MensagemEnviada: Seg Jan 13, 2014 12:43 pm    Assunto: Blanco Responder com Citação

Galera, alguém pode me informar onde consigo a apostila ou livro (se existir) do Blanco de Medicina Legal? Obrigado e bons estudos.
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
Delegadocarioca
Usuário Avançado
Usuário Avançado


Registrado em: Segunda-Feira, 30 de Novembro de 2009
Mensagens: 1627

MensagemEnviada: Seg Jan 13, 2014 13:02 pm    Assunto: Re: Blanco Responder com Citação

MAD RJ escreveu:
Galera, alguém pode me informar onde consigo a apostila ou livro (se existir) do Blanco de Medicina Legal? Obrigado e bons estudos.

.
Jovem, infelizmente o Blanco não tem livro publicado. Suas apostilas são vendidas no curso Glioche na tijuca. Acesse o site e veja o endereço.
.
O que é tutela externa do crédito?
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
Dom Perigon
Novo usuário
Novo usuário


Registrado em: Domingo, 24 de Fevereiro de 2013
Mensagens: 23

MensagemEnviada: Seg Jan 13, 2014 15:58 pm    Assunto: Entrevista Responder com Citação

por acaso alguem assitiu a entrevista da Delegada jessica Almeida que esta na folha dirigida? Ela mencionou algo sobre o concurso DEPOL? Vamos que vamos.... Cool Cool Cool
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
Roberta Blanco
Novo usuário
Novo usuário


Registrado em: Segunda-Feira, 28 de Outubro de 2013
Mensagens: 13

MensagemEnviada: Seg Jan 13, 2014 18:08 pm    Assunto: Responder com Citação

Concursos policiais previstos para 2014

12/01/2014
O ano de 2014 reserva muitas oportunidades para os candidatos que desejam conquistar uma vaga em um concurso público na área policial. A relação divulgada começou a ser confirmada em dezembro do ano passado. Boa parte dos concursos e o número de vagas divulgado foram confirmados com cada Estado ou Secretaria de Governo.

Ao todo, mais de 8.000 vagas foram confirmadas pelas polícias para 2014, entre elas a Polícia Civil de Tocantins, Polícia Civil do Distrito Federal, Polícia Civil do Rio de Janeiro, Polícia Militar do Distrito Federal, Polícia Militar do Acre, Polícia Militar do Rio de Janeiro e Polícia Militar de São Paulo.

Eleições
Não há problemas para a realização de concursos em ano eleitoral. A Lei 9.505/97 apenas restringe a nomeação, contratação ou admissão do servidor público nos três meses que antecedem o pleito até a posse dos eleitos. A restrição se refere à esfera em que ocorre a eleição, no caso deste ano, no âmbito estadual e federal. Caso a homologação do concurso seja feita até três meses antes das eleições, as nomeações podem ocorrer em qualquer período do ano.

Veja a relação dos concursos públicos da área policial previstos para o ano de 2014:

(...)

Polícia Civil do Rio de Janeiro
-100 vagas para papiloscopista (nível superior)
- 150 vagas para delegado de polícia
Organizadora: Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC)
Salários: R$ 4 mil para papiloscopista e 18.000 mil para delegado

FONTE: "http://www.sagapolicial.com/pagina-inicial/artigos-do-site/31-artigos-do-novo-site/802-concursos-policiais-previstos-para-2014.html"
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
gauderiodospampas
Usuário Recente
Usuário Recente


Registrado em: Quarta-Feira, 23 de Agosto de 2006
Mensagens: 160

MensagemEnviada: Seg Jan 13, 2014 21:26 pm    Assunto: BANCA Responder com Citação

A BANCA PARA DEPOL JÁ FOI ESCOLHIDA?
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
mauro_esb
Novo usuário
Novo usuário


Registrado em: Terça-Feira, 24 de Abril de 2012
Mensagens: 54

MensagemEnviada: Seg Jan 13, 2014 22:13 pm    Assunto: Previsão de concurso!!! Responder com Citação

Galera,

Ouvi de um Delegado daqui do Rio de que há previsão para concurso para delegado em março deste ano!!!

A informação procede?

abs
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
Dom Perigon
Novo usuário
Novo usuário


Registrado em: Domingo, 24 de Fevereiro de 2013
Mensagens: 23

MensagemEnviada: Ter Jan 14, 2014 9:26 am    Assunto: Responder com Citação

Caro colega, a unica certeza que temos é que havera um novo concurso em breve, ainda esse ano. Trabalhe sabendo que esta proximo. Nao perca tempo e tbm nao se desespere. Abraços e sucesso. Cool Cool Cool Cool
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
Iconoclasta
Usuário Júnior
Usuário Júnior


Registrado em: Sexta-Feira, 6 de Janeiro de 2012
Mensagens: 748

MensagemEnviada: Ter Jan 14, 2014 10:52 am    Assunto: Re: Blanco Responder com Citação

[quote="Delegadocarioca"]
MAD RJ escreveu:
Galera, alguém pode me informar onde consigo a apostila ou livro (se existir) do Blanco de Medicina Legal? Obrigado e bons estudos.

.
Jovem, infelizmente o Blanco não tem livro publicado. Suas apostilas são vendidas no curso Glioche na tijuca. Acesse o site e veja o endereço.
.
O que é tutela externa do crédito?[/quote

O conceito da tutela externa do crédito está intrinsecamente ligado à eficácia externa da função social do contrato, ou seja, se trata da impossibilidade do contrato lesar direitos que envolvam interesse público e da possibilidade do contrato irradiar efeitos à terceiros. A tutela externa do crédito é exatamente a segunda parte da abordagem do conceito de eficácia externa da função social do contrato e podemos dar como exemplo o caso de aliciamento (conduta de terceiro) dentro de um contrato.

Abraços e bons estudos.
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
Mostrar os tópicos anteriores:   
Novo Tópico   Responder Mensagem    FórumCW - Índice do Fórum -> Polícia Civil (PC)
Ir à página Anterior  1, 2, 3 ... 40, 41, 42 ... 60, 61, 62  Próximo
Página 41 de 62

 
Ir para: